quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

OS ESTRANHOS

NOTA 6,0

Apesar da atmosfera claustrofóbica,
suspense parece se intimidar diante de
seus próprios vilões e não ousa na trama,
mas tecnicamente é acima da média 
Inspirado em fatos reais. Tais palavras soam como pesadelos para alguns que imediatamente passam a julgar negativamente os filmes, mas para outros é a isca para se sentirem atraídos. Ao final, teçam críticas negativas ou positivas a eles, de uma maneira geral sempre fica a dúvida até que ponto as verdadeiras histórias foram respeitadas e o quanto foi inventado. Um dos casos mais clássicos de obras que criaram enredos baseando-se livremente em histórias reais foi O Massacre da Serra Elétrica cuja trama cheia de simbolismos, inclusive como resposta a barbárie da Guerra do Vietnã, nasceu com a captura de Ed Gein, assassino diagnosticado com problemas mentais que para suprir a falta da mãe mutilava mulheres para guardar parte de seus corpos. Já Os Estranhos se inicia vendendo a ideia de inspirado no assassinato brutal de um casal em fevereiro de 2005 em uma casa de veraneio, mas tal ocorrência nunca foi confirmada. Posteriormente ao lançamento o diretor e roteirista Bryan Bertino afirmou ter se baseado nos assassinatos verídicos envolvendo uma família em 1969 e também em um fato ocorrido em seu bairro e que marcou sua infância. Buscando criar envolvimento com o espectador, mas sem sucesso imediato, o filme começa mostrando James (Scott Speedman) chegando na casa de campo de seus pais acompanhado da namorada Kristen (Liv Tyler) após uma festa, mas existe um clima pesado entre eles. Ela acabara de recusar o pedido de casamento do rapaz, mas serão obrigados a dividir o mesmo teto nesta noite, porém, não necessariamente o mesmo espaço. Todavia, não poderão se fazer de cegos, surdos e mudos por muito tempo, pois a calada da noite lhes reserva um verdadeiro pesadelo que de certa forma os unirá... e para sempre! Já é madrugada quando uma jovem bate firmemente na porta da casa procurando por outra garota. Não demora muito e ela volta e refaz a pergunta. Na terceira vez o questionamento é mais incisivo e o pânico toma conta do casal que percebe estar sendo ameaçado por jovens mascarados que rondam a residência e que de alguma maneira parecem ter acesso ao interior dela assim podendo pregar sustos livremente. E a trama se resume a isso. O casal tenta fugir da casa inúmeras vezes, mas acabam sempre barrados pelo trio de criminosos que não parecem dispostos a roubar. O intuito é amedrontar o máximo possível até poderem dar literalmente o golpe de misericórdia em suas vítimas.

Leia também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...