domingo, 28 de outubro de 2012

PERSEGUIÇÃO 2 - O RESGATE

Nota 5,0 Embora mantenha a premissa do primeiro filme, sequência apela para a carnificina

Sinopse: Melissa (Nicki Aucox), Bobby (Nick Zano), Nik (Kyle Schmid) e Kayla (Laura Jordan) formam um grupo de jovens que partem numa viagem para Las Vegas cheios de expectativas e querendo muita diversão.  No meio do caminho eles têm um problema com o carro e buscam ajuda na única residência existente nos arredores da estrada. Ela parece estar abandonada, mas eles acham um carro e resolvem utilizá-lo. Melissa, na melhor das intenções, deixa um bilhete com o número de seu celular para o dono da casa para eles poderem dar explicações e combinar a devolução do veículo. Mal sabe ela que este simples recado transformaria suas próximas horas em um verdadeiro inferno. Logo o grupo passa a ser perseguido por um misterioso caminhoneiro que parece ser invisível e estar vendo absolutamente tudo o que eles fazem.


Comentário: Já é de praxe que produções de suspense e terror ganhem continuações, independente de serem sucessos ou não, afinal de contas o que interessa mesmo para seu público-alvo é ter um motivo para reunir os amigos para curtir um filminho regado a muito refrigerante e pipoca. O estranho e decepcionante final de Perseguição – A Estrada da Morte já dava a entender que um segundo filme estava nos planos dos produtores, ainda que fora o mote principal nada nesta segunda produção tem a ver com seu antecessor, a começar pelo elenco renovado, mas cujos personagens continuam igualmente estereotipados na história criada pelos roteiristas James Robert Johnston e Bennett Yellin. O elenco desconhecido tem interpretações medianas, mas consegue segurar bem as pontas. Quanto ao vilão, o psicopata da vez também usa um rádio amador e um imponente caminhão para amedrontar suas vítimas, porém, é bem mais perigoso e ávido por sangue. A adrenalina e o suspense estão em alta voltagem e o tal motorista começa a fazer um jogo de tortura com todos os jovens, com direito a sadismo e mutilação. Essa violência exagerada foi evitada pelo diretor John Dahl na obra original, mas nesta sequência percebe-se a influência do fenômeno Jogos Mortais, uma mudança de estilo gritante e desnecessária, oferecendo algumas sequências um tanto apelativas. Apesar do diretor Louis Morneau, de Morcegos, abandonar a pegada de thriller psicológico, o longa cumpre seus objetivos de deixar os espectadores tensos e curiosos. Como se passaram aproximadamente sete anos entre o lançamento do original e desta sequência, é comum ficarmos com a pulga atrás da orelha devido ao estigma de que uma lacuna de tempo desse porte só pode indicar uma coisa: uma tremenda fria vem por aí.  Entretanto, para quem gosta deste estilo sádico de horror, Perseguição 2 – O Resgate pode ser uma boa opção, inclusive por tecnicamente se equiparar ao longa anterior. Agitado do início ao fim, não abrindo espaço nem mesmo para uma apresentação mais apurada dos protagonistas, esta “parte 2” não é vergonhosa, tampouco excepcional. Serve para passar o tempo, mas faz uma falta danada o estilo anos 70 adotado no primeiro exemplar da série que felizmente não foi levada adiante... Pelo menos por enquanto. Já diz o velho ditado: um é pouco, dois é bom, mas três é demais.

Suspense - 91 min - 2008 - Dê sua opinião abaixo.

Nenhum comentário:

Leia também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...