domingo, 1 de novembro de 2015

O HÓSPEDE QUER BANANAS

Nota 5,0 Fraquinha, comédia tem protagonista simpático e presença luxuosa de Faye Dunaway

Sempre que pensamos em filmes envolvendo animais fofinhos é inevitável um prévio constrangimento por conta da irritante mania de colocar os bichanos fingindo falar. Raramente produções do tipo contam com boas histórias e os recursos utilizados para dublagem são péssimos, extremamente artificiais. Babe - O Porquinho Atrapalhado é uma rara exceção, contudo, sua continuação ficou no mesmo patamar de tantas outras bobagens do gênero. Assim, quando uma produção envolvendo animais abdica dessa tal liberdade criativa já deve ganhar alguns pontinhos, mas sabemos que o resultado não vai muito além de uma comediazinha rasa, mas perfeita para matar um tempo ocioso. O Hóspede Quer Bananas é uma boa fita do tipo contando com um simpático e divertido protagonista, além da presença da premiada atriz Faye Dunaway, então já uma presença bissexta no cenário hollywoodiano e ainda mais rara em produções de estilo sessão da tarde. A trama escrita por John Hopkins e Bruce Graham se passa entre os variados cômodos do Majestic,  um luxuoso hotel gerenciado com muita dedicação por Robert Grant (Jason Alexander), que apesar das responsabilidades do cargo é um cara boa praça e está sempre de bom humor e evitando conflitos entre os funcionários e hóspedes. Bem, com um peludo novo visitante vai ficar difícil manter a ordem no local. Dunston é um macaco que desde a infância foi treinado pelo explorador Lorde Rutledge (Rupert Everett) para praticar crimes perfeitos e assim livrá-lo da culpa. A ideia era que o símio invadisse os quartos e roubasse as jóias e outros pertences de valor dos ricaços, mas os planos acabam sendo desvirtuados, muito porque o ladrãozinho tem consciência de que está fazendo coisas erradas e ainda por cima é constantemente maltratado pelo seu mentor.

Em uma de suas tentativas de fuga, Dunston acaba fazendo amizade com Kyle (Eric Lloyd), o filho caçula de Grant que decide ajudá-lo, mas seu pai e seu irmão Brian (Graham Sack) demoram um pouco a acreditar que tem um macaco-ladrão à solta pelo hotel, ainda mais porque o local está vivendo dias bastante agitados. A Sra. Dubrow (Dunaway), a arrogante e displicente dona do empreendimento, está de olho na conquista da sexta estrela para aumentar ainda mais o status do Majestic caso ele passe pelo crivo de um hóspede disfarçado que avalia secretamente cada cantinho. Grant tem que se desdobrar para manter tudo na mais perfeita ordem e digno de apresentação, caso contrário será despedido. Pela postura, a empresária acredita que Rutledge é o tal cliente oculto, mas a essa altura Kyle já está fazendo de tudo para desmascarar o bandido, só que por mais esperto que seja ficará difícil impedir o macaco de se meter em encrencas. O diretor Ken Kwapis, de Quatro Amigas e Um Jeans Viajante, entrega apenas o básico que se espera de uma comédia do tipo. Correria, confusões, planos frustrados e as caras e bocas de Dunston que involuntariamente (ou não) consegue transitar pelos cômodos do hotel praticamente imperceptível mesmo deixando um rastro de problemas por onde passa. O Hóspede Quer Bananas não é um filme ruim, pelo contrário, como entretenimento para a criançada ele é ótimo, mas um pouquinho mais de criatividade não faria mal a ninguém. Como já elogiado, ao menos somos poupados do macaco ser tagarela, comportando-se conforme as características de sua espécie. A dupla que forma com o cativante Kyle funciona super bem e por vezes o símio parece atuar bem melhor que muitos atores por aí. Contudo, o show ainda fica por conta de Dunaway, não necessariamente por seu papel, afinal fica pouco tempo em cena e sem grandes momentos, mas sua altivez e beleza compensam o esforço de acompanhar a fita. Hoje, com seu comprovado afastamento do cinema, vê-la em cena interpretando qualquer perfil a eleva automaticamente a condição de diva. 

Comédia - 88 min - 1996

-->
O HÓSPEDE QUER BANANAS - Deixe sua opinião ou expectativa sobre o filme
1 – 2 Ruim, uma perda de tempo
3 – 4 Regular, serve para passar o tempo
5 – 6 Bom, cumpre o que promete
7 – 8 Ótimo, tem mais pontos positivos que negativos
9 – 10 Excelente, praticamente perfeito do início ao fim
Votar
resultado parcial...

Nenhum comentário:

Leia também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...