domingo, 6 de outubro de 2013

11:59 - CORRIDA CONTRA O TEMPO

Nota 6,5 Produção modesta e com elenco desconhecido cumpre razoavelmente sua missão

Um bom argumento e até razoavelmente bem trabalhado pode acabar se tornando um projeto obscuro por conta de atores desconhecidos e/ou empresa distribuidora raquítica? O adjetivo negativo no caso de 11:59 – Corrida Contra o  Tempo não é usado no sentido pejorativo, mas sim para destacar que um suspense que cumpre seus objetivos de entreter e intrigar o espectador e que acabou sendo esquecido desde o seu lançamento feito pela pouco conhecida Ocean Pictures, empresa especializada em resgatar faroestes antigos e que raramente tem algum bom produto contemporâneo em seu catálogo. Quando tem a própria não se esforça para divulgá-lo. Escrito e dirigido por Jamin Winans, a trama começa mostrando um dia atribulado na redação de um telejornal que está se esforçando para dar um furo de notícia exclusivo e ao vivo.  Thomas Hastings (Chris Kelly) é suspeito de matar duas crianças e está sendo perseguido pela polícia e pela repórter Lisa Winders (Laura Fuller) que só deve entrar no ar no momento exato em que o criminoso for pego. Todavia, o cinegrafista Aaron Daugherty (Raymond Bailey) acaba levando a melhor e consegue encontrá-lo antes mesmo da polícia flagrando a sua declaração de inocência e logo em seguida sua prisão. Embora atrás das câmeras, o rapaz acaba sendo saudado na redação por sua coragem e profissionalismo e sua chefe Adele (Liz Cunningham) até sinaliza a possibilidade de em um futuro próximo ele vir a ser promovido, o que deixa Lisa enciumada acusando o colega de fazer um jornalismo apelativo e sensacionalista. Contudo, a moça ainda tem a chance de vir a ser reconhecida profissionalmente caso encontre alguma ligação estranha entre Hastings e um político para o qual prestava serviços coordenando eventos pré-eleição. Na noite anterior ao julgamento do prisioneiro, Aaron sente-se mal em uma boate, escuta um zumbido estranho e quando acorda está em um campo deserto. Ele pega uma carona para retorna à cidade e então descobre que esteve desaparecido por 24 horas, mas nada se lembra sobre este período. Sua única certeza é que sua vida está um caos. Adele pede explicações para o sumiço e apenas lhe dá uma suspensão por levar em consideração seu ato heroico um dia antes, mas o avisa que ele perdeu a matéria de sua vida e consequentemente a emissora saiu perdendo.

Lisa também está chateada com Aaron, pois indiretamente ele foi o responsável pelo fim de seu casamento. Sempre estressada, o marido não aguentou sua última explosão. A repórter foi escalada para ficar na porta do tribunal esperando o resultado do julgamento que foi favorável ao acusado, mas o inesperado aconteceu. A morte das crianças gerou comoção pública e muitos populares também aguardavam ansiosos a decisão e em meio a multidão estava o pai de uma das vítimas munido de um revólver para fazer justiça com as próprias mãos. Lisa percebeu o que iria acontecer, mas o cinegrafista que substituiu Aaron não teve a mesma perspicácia e não conseguiu gravar o tiro, tampouco a fuga do atirador. A falha irritou Adele e mais uma vez Lisa ficou por baixo, mas vida que segue. A repórter e o cinegrafista tem que cumprir seus compromissos e vão entrevistar uma senhora mexicana que teve seu neto assassinado no dia do julgamento e seu corpo foi encontrado somente no início da noite. A matéria é sensacionalista do jeito que a chefe gosta, no entanto, o fato de ser uma criança estrangeira diminui o interesse dela, mesmo com a insistência de Aaron que foi honesto ao assumir que o homem que ajudou a prender poderia não ser realmente o assassino das crianças. Juntando pistas e analisando melhor as datas de prisão e assassinato de Hastings com as de sumiço e encontro do corpo do garotinho mexicano, o rapaz acredita que o verdadeiro criminoso está a solta e a qualquer momento pode fazer novas vítimas. E agora, como corrigir o passado? 11:59 – Corrida Contra o Tempo é um suspense de baixo orçamento, mas extremamente eficiente ao que se propõe, ainda que seu enredo enverede por um caminho fantasioso apostando em viagens no tempo sem explicações. Exibido em alguns festivais independentes, o longa é bem amarrado, é uma ótima opção para quem estuda ou vive a rotina do jornalismo e ainda que nos minutos finais possa parecer decepcionante devido a uma longa cena que parece indicar que muitas perguntas ficarão sem respostas, Winans felizmente finaliza tudo de modo sucinto e rápido. Em meio a tanto lixo com atores famosos, é puro preconceito que um filme bacaninha como esse não tenha tido sequer um lançamento decente em DVD.  

Suspense - 104 min - 2005 

-->
11:59 - CORRIDA CONTRA O TEMPO - Deixe sua opinião ou expectativa sobre o filme
1 – 2 Ruim, uma perda de tempo
3 – 4 Regular, serve para passar o tempo
5 – 6 Bom, cumpre o que promete
7 – 8 Ótimo, tem mais pontos positivos que negativos
9 – 10 Excelente, praticamente perfeito do início ao fim
Votar
resultado parcial...

Nenhum comentário:

Leia também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...