sábado, 11 de janeiro de 2020

CEMITÉRIO GERAL

Nota 5,5 Primeiro filme de terror peruano vale pelo empenho, mas não traz novidade alguma

Depois da febre das fitas de horror oriundas de países asiáticos, os países latinos viraram o berço do gênero com produções de destaque inclusive em festivais. Nosso país-vizinho Peru também não ficou de fora e em 2013 lançava sua primeira obra de terror, Cemitério Geral, uma trama genérica que não apresenta absolutamente nada de novo, mas que acaba revelando-se acima da média se comparada a outros produtos semelhantes produzidos em Hollywood. O enredo nos apresenta à Pablo (Jürgen Gómez), um jovem que tem como hobby gravar tudo o que julga ser interessante, assim ele decide registrar uma tentativa de seus amigos fazerem comunicação com os mortos. O pai de Andrea (Airam Galliani) sofreu um acidente de carro, mas se manteve vivo durante certo tempo na tentativa de conseguir se despedir da filha, contudo, a moça acabou chegando tarde demais e o arrependimento a afetou profundamente a ponto de a fazer perder o interesse pelos estudos e pelo contato social. Sua amiga Mayra (Diva Rivera) então a convence a experimentar uma comunicação com o outro mundo usando letras e uma moeda, uma tentativa caseira de reproduzir a famosa tábua ouija, um instrumento que, surpreendentemente, tem suas origens creditadas em solo americano, embora as razões para sua criação sejam diversas. Em uma primeira tentativa nada acontece, então elas decidem usar o tabuleiro em uma espécie de ritual dentro de um cemitério (de mesmo nome que intitula o longa) para facilitar o contato com o além. Junto com as garotas e o rapaz também participam da sessão a pequena Evita (Flavia Trujillo), o desengonçado Julio (César Menéndez) e o metido a engraçadinho Gabriel (Nikko Ponce). Desta vez o grupo utiliza uma verdadeira tábua ouija fornecida pela tia de Mayra que é médium. Como manda a cartilha do gênero, obviamente o experimento dá errado mais uma vez, ou melhor, em termos. Andrea não consegue fazer contato com o espírito do pai, mas o ritual acaba trazendo para o mundo dos vivos uma entidade maléfica que possui o corpo de Evita.

O diretor Dorian Fernández-Moris, que assina o roteiro em parceria com Javier Velasquez, baseou-se em lendas urbanas que rondam o maior cemitério da cidade peruana de Iquitos. Se tentou de fato captar a essência do local, o ambiente é verdadeiramente sinistro como se pode verificar na sequência inicial que acompanha o passeio de um garoto em meio as sepulturas até chegar a um enterro. A exploração do cenário é sem dúvida o ponto alto da produção. Os jovens podem caminhar pelo cemitério com o auxílio da luz da câmera de Pablo que segue registrando cada passo do grupo e capturando imagens e sons assustadores. Assim, boa parte da narrativa agrega o estilo do “found footage”, a utilização de imagens em estilo amador, recurso na época ainda em evidência, mas que acabou usado em demasia e caiu no lugar-comum rapidamente. A abordagem sobre tábuas ouija também ficaram muito frequentes em suspenses e terror, isso sem falar na invocação de um espírito em busca de vingança, argumento um tanto surrado. Por mais que o roteiro se esforce em criar reviravoltas, a narrativa é cheia de altos e baixos, momentos de puro amadorismo alternados com outros bastante profissionais. De qualquer forma, mesmo com um orçamento modesto, o latino Cemitério Geral entrega um resultado digno a disputar atenções com produções americanas, o que não é necessariamente um elogio frente ao baixo nível dos longas hollywoodianos desta seara cada vez mais refém de refilmagens, continuações ou simplesmente de repetições de clichês. Aqui a sensação de déja vu também se faz presente, os recursos limitados ficam nítidos em cena e as atuações também necessitam de ajustes, contudo, é de se exaltar os esforços de todos os envolvidos em realizar uma obra atípica até então na cinematografia peruana, abrindo caminho para o desenvolvimento de sua modesta indústria. Pena que não recebeu a devida atenção de distribuidores e acabou virando um produto para os sites de pirataria terem como chamariz. 

Terror - 88 min - 2013

-->
CEMITÉRIO GERAL - Deixe sua opinião ou expectativa sobre o filme
1 – 2 Ruim, uma perda de tempo
3 – 4 Regular, serve para passar o tempo
5 – 6 Bom, cumpre o que promete
7 – 8 Ótimo, tem mais pontos positivos que negativos
9 – 10 Excelente, praticamente perfeito do início ao fim
Votar
resultado parcial...

Nenhum comentário:

Leia também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...