sábado, 30 de novembro de 2019

TESTEMUNHA FANTASMA

Nota 4,0 Fita filipina segue preceitos do horror oriental e acerta na ambientação, mas peca no ritmo

A década de 2000 tem como uma de suas referências cinematográficas a explosão do cinema de horror oriental, primeiramente à base de remakes hollywoodianos, mas que abriram as portas para os originais conseguirem espaços nos cinemas e principalmente nas videolocadoras. O excesso de produções semelhantes, quase todas evocando histórias de espíritos atormentados desejando vingança ou justiça, fez com que a vertente logo caísse na mesmice. Contudo, a produção de obras do gênero continua a todo vapor em terras orientais. Se em seus países de origem ainda conseguem espaços nas salas de exibição, o restante do mundo toma contato com tais filmes através dos serviços de streaming que para apresentarem um catálogo quantitativo adquirem produções provavelmente sem analisar o conteúdo. Embora a internet esteja cheia de menções como um filme de terror que deixou muita gente sem conseguir dormir, Testemunha Fantasma é uma produção das Filipinas que não traz absolutamente nada de novo e não chega a ser tão assustador como divulgam. Com direção e roteiro de Mikhail Red, a trama se passa em meados da década de 1990 e acompanha o drama vivido por Pat Consolacion (Bea Alonzo), a orientadora educacional de uma escola católica para meninas, um lugar marcado por sinistras histórias. Há boatos que no passado uma estudante chamada Erika (Gillian Vivencio) se enforcou no banheiro e de que seu espírito é visto com frequência. O que as alunas e nem as sisudas freiras que cuidam da instituição sabem é que a recatada conselheira possui dons mediúnicos e se sente feliz em poder interagir com as almas, algumas nervosas e outras apenas confusas. Quando mais uma estudante morre na escola, mesmo contra a vontade de Alice (Charo Santos-Concio), a mal humorada e abusiva diretora, Pat decide investigar o passado do local e tentar contato com o espírito de Erika, mas as coisas que descobre podem ser mais assustadoras do que ela esperava, incluindo o despertar da fúria de uma implacável entidade maligna.

Por já estar familiarizada com o reino sobrenatural, a protagonista raramente se impressiona com o que vê, o que pode passar certa imagem de apatia erroneamente, mas apesar da atuação contida Alonzo consegue conquistar a empatia do espectador que embarca junto em seu desafio de desmantelar a rede de segredos da escola que envolve bullying, assassinato, saúde mental e vingança. O roteiro não faz rodeios e logo nos primeiros minutos já introduz o mistério com sinais de uma presença sobrenatural no colégio, contudo, a narrativa é marcada por um ritmo lento, o que ajuda a denunciar os pontos em que deveríamos nos surpreender com algo inesperado, pois o aumento do volume dos recursos sonoros e o modo como Red trabalha a câmera nesses momentos contrastam. A monotonia também se deve ao fato de praticamente toda a narrativa depender da protagonista, sendo os coadjuvantes desperdiçados com exceção de Joyce (Gabby Padilla), garota com um passado traumático que passa a contar com o apoio de Pat e sua situação incentive a educadora a não desistir de desvendar o mistério que investiga. Por outro lado, o diretor acerta na criação da atmosfera estabelecendo rapidamente o clima opressor da escola retratada com cores sombrias e quase sempre destacando os corredores e o banheiro palco da tragédia vazios e gélidos. Qualquer ser humano em sã consciência evitaria transitar pelo local sozinho e principalmente a noite, mas a protagonista mata nossa curiosidade desvendando o que se esconde entre as tristes paredes, embora a revelação do mistério possa decepcionar ou surpreender dependendo do ponto de vista. Só não espere o velho clichê da batalha entre o bem e o mal ou talvez ela até exista e sua solução dependa da mudança do tipo de educação da instituição. Testemunha Fantasma cumpre de forma razoável o que se propõe, mas pode decepcionar quem for na cola de muitos comentários da internet. Passa longe de ser tão assustador a ponto de tirar o sono, a não ser pelos risos causados pela lembrança do espectro da tal Erika. A equipe de caracterização errou feio.

Terror - 101 min - 2018
-->

TESTEMUNHA FANTASMA - Deixe sua opinião ou expectativa sobre o filme
1 – 2 Ruim, uma perda de tempo
3 – 4 Regular, serve para passar o tempo
5 – 6 Bom, cumpre o que promete
7 – 8 Ótimo, tem mais pontos positivos que negativos
9 – 10 Excelente, praticamente perfeito do início ao fim
Votar
resultado parcial...

Nenhum comentário:

Leia também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...